Novembro, 1995
Coração é terra que ninguém manda.
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil ContatoContato
Textos

Embriaguez

 
Não foi devaneio
Foi de fato, embriaguez
Me enchi de vinho barato
Gritei às quatros paredes do quarto
O quanto eu sinto a sua falta!
Nunca tinha ido tão longe assim,
Mas, não consegui me conter...
Sim, eu sinto demais a sua falta
E nem bebendo até cair
Consigo esconder,
Preciso te ver.
Intensidades
Enviado por Intensidades em 19/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários